Pesquisa de Notícias Mês: Ano: Assunto:

Vôlei

30/10/2001

COPA DA AMIZADE

BRASIL MUDA FORMAÇÃO DA EQUIPE E VENCE CUBA NA QUARTA PARTIDA

Com Elisângela no lugar de Érika e Fernanda Doval no de Raquel, além das inúmeras substituições durante a partida, a seleção brasileira feminina de vôlei venceu Cuba na quarta e última partida da Copa da Amizade, mais uma vez de 3 sets a 0, parciais de 27/25, 25/23 e 25/23, no ginásio Constâncio Vieira, em Aracaju. Para Marco Aurélio Motta, o saldo foi mais que positivo. "Fizemos outra grande partida, com o time sacando e bloqueando bem. A equipe está emocionalmente equilibrada. Sofreu em alguns momentos da partida, mas soube se superar. Esta formação de hoje também deu certo, embora tenhamos perdido um pouco na eficiência do ataque. As meninas estão ganhando confiança novamente. Nos instantes difíceis, não se desesperaram. Esperaram a hora certa para matar o ponto. O saldo da Copa da Amizade foi muito bom. Três jogos vencidos de 3 sets a 0", analisou o técnico brasileiro. As jogadoras que entraram também foram elogiadas por Marco Aurélio. "A Fernanda e a Elisângela entraram muito bem, assim como as demais. Estamos montando um belo grupo, e ainda falta a Fofão. Queria muito que ela estivesse com o grupo. Não só pelo aspecto técnico, como também pela excelente pessoa que é. Gostaria muito que ela estivesse vivendo esse bom comento conosco. Mas estamos aguardando sua volta, por ela e por tudo que já fez pelo Brasil", disse Marco, lembrando da levantadora que é a sua primeira opção. ELISÂNGELA COMEMORA ANIVERSÁRIO EM ARACAJU No dia que completou 23 anos, a oposto Elisângela voltou à equipe como titular. No treino da manhã, jogadoras e comissão técnica não abriram mão do tradicional parabéns, deixando a jogadora envergonhada. "Eu fico muito sem graça com essas coisas, mas achei muito legal". Mas as comemorações não terminaram aí. Após o almoço, outro "parabéns pra você", só que desta vez com direito a bolo de chocolate. "Adorei. Esse é o meu preferido", conta Elisângela. Para encerrar, ainda no aquecimento para o jogo e depois de encerrada a partida, a banda da Torcida do Banco do Brasil puxou novamente o parabéns e foi prontamente seguida pelas seis mil pessoas que lotaram o ginásio Constâncio Vieira. "Isso é muito emocionante. Ver o ginásio cheio cantando parabéns", encerrou. VIRNA SENTE FISGADA NA PANTURRILHA DIREITA No terceiro set da partida entre Brasil e Cuba, a capitã Virna sentiu forte dor na perna direita. "Senti uma dor na panturrilha e não consegui mais ficar na quadra. Vamos rezar para não ser nada grave", contou. Nesta quarta-feira, a ponteira fará exames para avaliar o quadro, adiantou o médico da seleção feminina, Carlos Moura. "Ela fará ultrassonagrafia no local. Caso fique alguma dúvida no resultado, faremos a ressonância magnética também". BRASIL: Gisele, Elisângela, Virna, Fernanda Doval, Karin e Flúvia. Líbero: Fabi. Entraram: Érika, Kely, Jaqueline, RaquelTécnico: Marco Aurélio Motta. CUBA: Anninara Muñoz, Mesa, Ruiz, Barros), Fernandez e Yoslan Muñoz. Líbero: Sanchez. Entraram: Martinez M., Martinez Técnico: Luiz Felipe Calderón. Assessoria de Comunicação - CBV/Edelman Basi

Rua Belém, 322 – Vila Assunção – Santo André(SP) – Cep 09030-120 | Telefone: (11) 4438-8200
Plantão: (11) 9 7653-7957
©GANegócios do Esporte - 2009 - Todos os Direitos Reservados | Criação de sites: PWI Web Studio