Pesquisa de Notícias Mês: Ano: Assunto:

Vôlei

23/10/2001

COPA DA AMIZADE

PARA A LEVANTADORA ANA CRISTINA, CONVOCAÇÃO ERA UM TROTE

A primeira convocação para uma seleção adulta ninguém esquece. E com Ana Cristina Vilela Porto, campeã mundial juvenil, não seria diferente. Principalmente quando, ao chegar em casa, achava que alguém estaria passando um trote ao se identificar como Marco Aurélio Motta, técnico da seleção brasileira feminina. "Não acreditei. Levei um susto e tratei logo de retornar a ligação", conta a levantadora, que entra na vaga de Fabiana Berto - com contratura nas costas - para os quatro jogos contra Cuba, todos válidos pela Copa da Amizade de vôlei. Autêntica, falando tudo o que pensa e esbanjando esperança, Ana Cristina garante que ficou engasgada durante o primeiro treino. "As minhas mãos tremiam, na verdade acho que tremia toda. Imagina só? Estou treinando com as melhores do Brasil e com a número um do mundo, que para mim é a Virna, sem sombra de dúvida. Há pouco tempo corria atrás da Virna pedindo para tirar uma foto e agora estou levantando bolas para ela. É difícil, mas muito gostoso digerir tudo isso", conta a levantadora, sempre com os pés no chão. Na cabeça, no momento, apenas dois objetivos: "Fui chamada para ajudar o grupo nestes amistosos contra Cuba, mas na verdade quem ganha com isso sou eu. Este aprendizado é maravilhoso, não sei nem como expressar tudo o que estou vivendo. Só posso dizer que quem está sendo ajudada sou eu. O Marco Aurélio incentiva toda hora, pára o treino para corrigir as falhas, enfim, tudo aqui é muito bom... Estou nas nuvens, sei que é temporário, mas vou lutar para voltar", garante a jovem de apenas 19 anos, 1,72m, 68kg e sem namorado no momento. "É difícil manter um namorado nos dias de hoje, ainda mais sendo jogadora de vôlei. Vivo viajando, sem tempo. E quando há tempo, nas folgas, quero descansar, mas o namorado quer sair. Não entende", explica a jogadora, que começou jogar voleibol aos nove anos, no Barroca Tênis Clube, em Belo Horizonte (MG), no qual permaneceu por cinco anos. "Eu e minha irmã (Ana Flávia) treinávamos lá. Depois, fiquei sozinha, pois ela precisava operar o joelho direito para poder continuar. A Ana, então, optou por largar tudo e eu prossegui", lembra Ana Cristina, tranferindo-se depois para o Mackenzie, também em Belo Horizonte. "Joguei uma temporada lá, fui convocada para a seleção mineira e em 98 fui chamada pela primeira vez pelo técnico Antônio Rizola para a seleção infanto-juvenil. Disputamos o Sul-Americano e faturamos o título", comenta Ana Cristina, vice-campeã mundial infanto-juvenil em 99, campeã sul-americana juvenil, em 99, e campeã mundial juvenil, em 2001. Títulos e talento não faltam à jogadora. Logo após o Mundial, recebeu inúmeros elogios de Rizola - que na época afirmou não entender como a atleta não foi apontada melhor levantadora da competição - e agora conta com o apoio total de Marco Aurélio Motta. "Esse nervosismo inicial é normal e só vai durar uns dois ou três dias. Ela é talentosa e experiente, tira isso de letra", garante o treinador da seleção feminina. Sobre Rizola, com quem treinou desde que saiu do Mackenzie até a Superliga 00/01 defendendo o São Caetano, Ana Cristina é categórica. "Ele teve e tem um papel fundamental na minha carreira. Foi ele quem me formou", diz a jogadora, que não terá mais o treinador ao seu lado na próxima Superliga. Rizola comandará a equipe do MRV/Minas enquanto Ana Cristina defenderá o São Caetano. "Mas nisso só vou pensar depois. Agora tenho que aproveitar a oportunidade e curtir todos os momentos do meu sonho concretizado", encerra Ana. FABIANA BERTO - A levantadora da seleção brasileira feminina de vôlei, Fabiana Berto ficará no Rio de Janeiro enquanto o grupo formado pelas 14 jogadoras convocadas pelo técnico Marco Aurélio Motta enfrentará as cubanas na Copa da Amizade. Após sofrer contratura nas costas, a jogadora ficará aos cuidados do médico Serafim Costa, da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). PROGRAMAÇÃO / TREINO A seleção brasileira feminina treina nesta QUARTA-FEIRA (24.10) em dois grupos: de 8h às 9h30 um grupo estará no Centro de Capacitação Física do Exército, na Urca, enquanto o outro fará musculação na Rio Sport Center de Ipanema. Às 19h20, a equipe viaja para Belém, saindo do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro no vôo RG2250. JOGOS 25.10 - Belém - às 20h30. 26.10 - Belém - às 20h30. 28.10 - Recife - às 15h45, com transmissão da Bandeirantes. 30.10 - Aracajú - às 20h30, com transmissão do canal Sportv. Assessoria de Comunicação - CBV/Edelman Basi

Rua Belém, 322 – Vila Assunção – Santo André(SP) – Cep 09030-120 | Telefone: (11) 4438-8200
Plantão: (11) 9 7653-7957
©GANegócios do Esporte - 2009 - Todos os Direitos Reservados | Criação de sites: PWI Web Studio