Pesquisa de Notícias Mês: Ano: Assunto:

Ginástica

24/03/2018

Confederação Brasileira de Ginástica inicia programação da Assembleia de 2018

Presidentes das Federações Estaduais e outros profissionais envolvidos com o esporte estão reunidos em Aracaju (SE)
Luciene Resende na abertura da reunião técnica da Assembleia 2018
Ricardo Bufolin/CBG

Da redação, Santo André (SP) - A Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) deu início, neste sábado (24), à programação que envolve a Assembleia Geral Ordinária da instituição, a Assembleia Geral Extraordinária, e a reunião técnica, no hotel Aquários Praia Hotel, em Aracaju (SE). O evento conta com a presença dos presidentes das Federações Estaduais, coordenadores das modalidades que fazem parte da entidade e representante de atletas. A programação vai até amanhã.

A agenda do dia de hoje teve início com a reunião técnica na qual foi feita a apresentação e aprovação dos regulamentos técnicos da ginástica artística masculina e feminina, aeróbica, acrobática, de trampolim, rítmica e para todos. Além disso, foi feita a apresentação e aprovação do regulamento geral de 2018, o projeto das Seleções para o ano, apresentação do projeto Centro de Excelência Caixa - Jovem Promessa, e o calendário de 2018, com a definição das sedes dos eventos nacionais.

Ainda no início do dia, a presidente da CBG, Luciene Resende, apresentou os presidentes que assumiram o comando de Federações Estaduais em 2017, os que já estavam à frente de Federações, os comitês técnicos e o representante dos atletas, Carlos Ramirez Pala, reconhecido atleta da ginástica de trampolim. "Estou muito satisfeita por mais uma vez podermos nos reunir para discutir assuntos tão importantes para o crescimento da nossa ginástica, no que envolve as sete modalidades. Contamos aqui com a presença dos novos presidentes das Federações Estaduais, aqueles que já estão conosco há algum tempo e também outras pessoas tão importantes para o desenvolvimento do esporte. Além disso, temos a presença do representante dos atletas, que terá a missão de aproximar a CBG dos esportistas, repassando a eles o lado da gestão da ginástica", disse a presidente.

Carlos Ramirez Pala ressaltou a importância de conhecer como funcionam os bastidores da ginástica para repassar aos atletas. "Agradeço muito essa oportunidade de representar os ginastas e fazer parte dessa Assembleia para saber tudo que acontece e passar para os outros. Como atletas, sempre temos uma postura de cobrança, por isso, é importante estar aqui e ver o outro lado, o quanto é complexo, o quanto é difícil. Para exigirmos as coisas é preciso ter o conhecimento."

O supervisor de Seleções, Kalyler Mourthe, ressaltou o crescimento da ginástica brasileira ao longo dos últimos anos, com destaque para a ginástica artística masculina, detentora de quatro medalhas olímpicas. "Nesse processo, a ginástica artística passou a integrar a elite da ginástica mundial, tanto no feminino quanto no masculino e, para toda essa evolução, foi fundamental planejamento e muito trabalho em equipe. Nestes últimos anos foram inúmeras resoluções tomadas para que isso acontecesse, como a criação dos comitês de seleção em estreita comunicação com os comitês técnicos. A gestão da presidente Luciene transformou a ginástica brasileira ao implantar as ações necessárias para profissionalizar a forma de administrar o esporte.", explicou.

Klayler destaca a importância do planejamento estratégico para o sucesso da Confederação Brasileira nestes dois últimos ciclos olímpicos. "Entre os pontos principais destacamos a profunda reestruturação administrativa e financeira da Confederação, além da descentralização de vários processos, como a decisão de dar mais autonomia aos comitês técnicos e comitês de seleções, integrando suas ações, o que tornou o trabalho mais coeso e eficiente."

Robson Caballero, coordenador do Comitê Técnico da Ginástica Artística Masculina, também mencionou o quanto é fundamental para o desenvolvimento da ginástica e, sobretudo, das Seleções, ter um planejamento bem fundamentado. "Na ginástica artística masculina há outros líderes sendo formados. E isso é muito importante. A evolução do nosso regulamento vem de longo tempo e é um trabalho feito em conjunto. Estou desde 2009 e aprendi muito. O planejamento possibilitou que o Brasil passasse de um oitavo lugar em Pan-Americanos a quatro medalhas olímpicas."

Amanhã durante a continuação da Assembleia Ordinária será feita a discussão e aprovação do código de taxas e normas de transferências, a apresentação dos relatórios da administração de 2017, assim como das contas do exercício de 2017, e a apresentação do orçamento de 2018. E, logo mais, na reunião Extraordinária, será discutida a alteração estatutária para adequação às novas exigências das recentes modificações da legislação desportiva.

 

Rua Belém, 322 – Vila Assunção – Santo André(SP) – Cep 09030-120 | Telefone: (11) 4438-8200
Plantão: (11) 9 7653-7957
©GANegócios do Esporte - 2009 - Todos os Direitos Reservados | Criação de sites: PWI Web Studio