Pesquisa de Notícias Mês: Ano: Assunto:

Ginástica

02/12/2017

Brasil inicia finais por aparelhos do sul-americano de ginástica artística com sete medalhas

País conquistou quatro ouros, duas pratas e um bronze neste sábado (2) na competição realizada em Cochabamba, na Bolívia

Da redação, Santo André (SP) - A equipe brasileira de gin á stica art í stica segue mantendo seu dom í nio no continente e, neste s á bado (02), nas primeiras finais por aparelho do Sul-Americano, que est á sendo realizado no Poliesportivo de Sarco, em Cochabamba, na Bol í via, conquistou sete medalhas, sendo quatro de ouro, duas prata e um bronze.

  No feminino, Carolyne Pedro foi ouro no salto sobre o cavalo, com 13,075, ficando a argentina Ayelan Tarabini com a prata, com 12,975, e a equatoriana Denisse Grijalva com o bronze, com 12,863.

  Lorrane dos Santos também foi ouro nas assimétricas, com 12,975. Nessa prova, Milleny Esteves foi quarta colocada com 11,350. A prata ficou com a argentina Agustina Pisos, com 12,350 e o bronze com a também argentina Camila Bonzo, com 11,825.  

No masculino, o Brasil fez dobradinha no solo, com Luis Porto ficando com o ouro, com 14,433 e Lucas Bitencourt com a prata, com 13,967. O uruguaio Victor Rostagno completou o pódio, ficando com o bronze, com 13,467.

  No cavalo com alças, Péricles Silva ficou com o ouro, com 13,400 e na mesma prova Luis Porto ficou em quarto, com 13,067. A prata ficou com o equatoriano Israel Chiriboga, com 13,167 e o bronze com o colombiano Andres Martinez, com 13,067.

Nas argolas, Lucas Bitencourt foi prata, com 13,600 e Henrique Medina ganhou o bronze, com 13,367. A prova foi vencida pelo argentino Federico Molinari, que alcançou 14,433.

Rua Belém, 322 – Vila Assunção – Santo André(SP) – Cep 09030-120 | Telefone: (11) 4438-8200
Plantão: (11) 9 7653-7957
©GANegócios do Esporte - 2009 - Todos os Direitos Reservados | Criação de sites: PWI Web Studio