Pesquisa de Notícias Mês: Ano: Assunto:

Geral

09/12/2001

BEACH SOCCER - TÍTULO É NOSSO

BRASIL É O CAMPEÃO DA IV COPA LATINA

VITÓRIA - ES (LCS) – A Seleção Brasileira de Beach Soccer venceu a IV Copa Latina na manhã de hoje (09), realizada na arena montada na praia de Camburi, em Vitória – ES. O título foi confirmado com a vitória de virada sobre Portugal – que ficou com a medalha de prata -, por 6 a 5. Os gols vieram dos pés de Jorginho, Júnior Negão (2), Juninho e Benjamin (2). Para Portugal marcaram Nunes, Alan, Hernani (2) e Madjer. A Seleção do Uruguai conquistou o terceiro lugar após golear a Argentina em 9 a 2. O Brasil, que sagrou-se tricampeão da Copa Latina, resgatou o título que estava com Portugal. O melhor jogador do torneio, eleito pela imprensa, foi o atacante Juninho: “Estou muito feliz, não esperava ser escolhido. Mas o grupo todo está de parabéns”. Locco, do Uruguai, foi o destaque na posição de goleiro. O artilheiro da quarta edição do torneio foi Júnior Negão, com sete gols. Já o goleador geral da Copa Latina é o português Madjer, que já marcou vinte vezes nas competições. “Preferia ter sido campeão hoje, mas proporcionamos um bom espetáculo ao público”, completou o jogador. Andrey Valério, treinador do Brasil, disse que a Seleção atuou com muita humildade: “Nós batalhamos para isso, respeitando os nossos adversários. Eu confio bastante nos jogadores, tanto que todos eles entraram hoje”. Segundo o técnico, a força de vontade dos atletas prevaleceu para virar o placar. “Nós entramos com determinação, mas não 100%. No segundo período, vencemos a parcial em 2 a 1, mas o jogo esteve empatado em 3 a 3. No último período, os jogadores tiveram mais empenho ainda, além da força de vontade e detalhes técnicos e individuais, que fizeram a diferença. Estou muito contente”, finalizou Valério. O técnico de Portugal, Marco Otávio Barbosa, afirmou que a partida equilibrada mostrou a evolução das equipes. “Este confronto é muito importante para a modalidade, pois há uma rivalidade saudável”, observou o treinador, lembrando que, contra o Brasil, o resultado nunca está definido. “Tivemos a chance de vencer e, depois, de empatar. Mas, diante da Seleção Brasileira, o jogo nunca está na mão”, complementou. Brasil: Robertinho, Camilo, Juninho, Jorginho, Júnior Negão, Benjamin, André, Buru, Wellington e Pierre. Portugal: Zé Miguel, Hernani, Nunes, Alan, Madjer, Marinho, João Antônio e Barraca. BRONZE – Na disputa do bronze da IV Copa Latina, realizada na preliminar, o Uruguai goleou os argentinos: 9 a 2. Para o treinador do Uruguai, Enrique Belo, a medalha teve valor. “É claro que lá no fundo nós aspirávamos o topo do pódio ou mesmo um vice-campeonato, mas ficar entre os três já é muito importante, pois o resultado de hoje nos incentiva para continuar com este trabalho e, quem sabe, conquistar o título mundial”, disse Belo. Ele deixou um recado. “Este é o retorno da camisa celeste, a volta do time do Uruguai entre os melhores do mundo”. Para o último colocado da competição, o treinador argentino Carlos Juarez, o resultado não abateu a equipe. “Estamos com o grupo incompleto. Jogamos sem quatro titulares, os quais irão se juntar ao time no quadrangular que acontece na próxima semana, na França, e que terá a participação também do Brasil, Espanha e França”, antecipou o técnico, afirmando que a torcida contra não atingiu a Argentina. “Já viemos sabendo que isto aconteceria, e a realidade é que o Uruguai foi superior e apresentou um jogo coletivo muito bom”, justificou Carlos Juarez. Argentina: Forti, Godoy, Lopez, Carrizo, Alvarez, Andrade, Hilaire, Pastor, Trillo e Casado. Uruguai: Leandro, Gato, Pablo, Lalo, Fabian, Miguel, Nico, Pico, Locco e Topo. Resultados: Sexta-feira - Dia 7/12 Jogo 1 – Portugal 8 x 0 Argentina Jogo 2 – Brasil 6 x 2 Uruguai Ontem - Dia 8/12 Jogo 3 – Portugal 4 x 3 Uruguai Jogo 4 – Brasil 10 x 2 Argentina Hoje - Dia 9/12 Jogo 5 – Argentina 2 x 9 Uruguai Jogo 6 – Brasil 6 x 5 Portugal Mundial – Além de presenciar a conquista brasileira, a torcida capixaba ganhou outro presente. Isto porque o jogo de abertura do VIII Mundial de Beach Soccer, entre Brasil e Tailândia (no dia 13 de janeiro de 2002), será realizado na arena de Camburi, em Vitória – ES. As outras partidas da competição terão sede no Guarujá, em São Paulo. O prefeito da Capital capixaba, Luiz Paulo Vellozo Lucas, ficou muito feliz com a notícia. “Vitória está trabalhando para consolidar o Beach Soccer no Estado, tanto que estão saindo diversos craques daqui”, afirmou. O Secretário Municipal de Esportes, Maurício Ribeiro de Souza, explicou que a Abertura do Mundial terá público garantido. “A torcida sempre prestigiou os eventos organizados pela Octagon Koch Tavares. Beach Soccer é sinônimo de casa cheia, com chuva ou sol”. A Copa Latina de Beach Soccer é uma realização da Octagon Koch Tavares e da Confederação Brasileira de Beach Soccer; patrocínio de Mc Donald’s, Epocler, Mastercard, PBF e Fisk; e apoio da Federação de Beach Soccer do Espírito Santo e da Prefeitura de Vitória. Cobertura em Vitória: Ângela Monteiro e Liliane Camargo Sala de Imprensa em Vitória: (27) 3225-6993 / 3227-6006

Rua Belém, 322 – Vila Assunção – Santo André(SP) – Cep 09030-120 | Telefone: (11) 4438-8200
Plantão: (11) 9 7653-7957
©GANegócios do Esporte - 2009 - Todos os Direitos Reservados | Criação de sites: PWI Web Studio